Radiologia Brasileira - Publicação Científica Oficial do Colégio Brasileiro de Radiologia

AMB - Associação Médica Brasileira CNA - Comissão Nacional de Acreditação
Idioma/Language: Português Inglês

Vol. 54 nº 2 - Mar. / Abr.  of 2021

ARTIGOS ORIGINAIS
Print 

Page(s) 77 to 82



Uso de contraste intravenoso e lesão renal aguda: estudo retrospectivo de 1.238 pacientes internados submetidos a tomografia computadorizada

Autho(rs): Thyago A. Cosera; Juliana S. V. Leitãob; Betina M. Beltramec; Luciano S. Selistred; Leandro Tassoe

PDF English

Texto em Português English Text

Descritores: Lesão renal aguda; Tomografia computadorizada; Meios de contraste/efeitos adversos; Meios de contraste/administração & dosagem; Radioisótopos do iodo; Creatinina/sangue.

Keywords: Acute kidney injury; Tomography, X-ray computed; Contrast media/adverse effects; Contrast media/administration & dosage; Iodine radioisotopes; Creatinine/blood.

Resumo:
OBJETIVO: Determinar a incidência de nefropatia induzida por contraste intravenoso em pacientes hospitalizados submetidos a tomografia computadorizada (TC).
MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo de coorte retrospectivo que alocou 1.238 pacientes submetidos a TC sem ou com contraste (iopromida). O desfecho primário foi nefropatia induzida por contraste, definida pelo critério antigo – aumento absoluto ou relativo na creatinina sérica (SCr) ≥ 0,5 mg/dL ou ≥ 25%, respectivamente, durante 2–3 dias após a administração –, e o novo, Kidney Disease Improving Global Outcomes (KDIGO) – aumento absoluto ou relativo na SCr ≥ 0,3 mg/dL ou ≥ 50%, respectivamente, durante 2–7 dias após a administração.
RESULTADOS: A incidência de lesão renal aguda foi de 11,52% aplicando os critérios KDIGO. A regressão logística univariada demonstrou significância relacionada à associação entre aumento absoluto da SCr ≥ 0,5 mg/dL após TC e lesão renal aguda. A regressão logística multivariada encontrou, inicialmente, associação entre aumento absoluto da SCr ≥ 0,3 mg/dL após TC e idade avançada, mas a associação não foi mantida após correção. Não foi encontrada associação entre lesão renal aguda e os fatores de risco avaliados.
CONCLUSÃO: Não foram encontrados critérios para nefropatia induzida por contraste após TC ou associação de lesão renal aguda com fatores de risco clássicos.

Abstract:
OBJECTIVE: To determine the incidence of nephropathy induced by intravenous contrast in hospitalized patients undergoing computed tomography (CT).
MATERIALS AND METHODS: This was a retrospective cohort study involving 1,238 patients who underwent CT with or without intravenous administration of a contrast agent (iopromide). The primary outcome measure was acute kidney injury (AKI), as defined by the traditional criteria—an absolute or relative increase in serum creatinine (SCr) ≥ 0.5 mg/dL or ≥ 25% over baseline, respectively, at 2–3 days after contrast administration—and the newer, Kidney Disease: Improving Global Outcomes (KDIGO) criteria—an absolute or relative increase in SCr ≥ 0.3 mg/dL or ≥ 50% over baseline, respectively, at 2–7 days after contrast administration.
RESULTS: The overall incidence of AKI was 11.52% when the KDIGO criteria were applied. Univariate logistic regression demonstrated a significant association between an absolute post-CT increase in SCr ≥ 0.5 mg/dL and AKI, although that association did not retain significance in the multivariate analysis. Multivariate logistic regression initially found an association between an absolute post-CT increase in SCr ≥ 0.3 mg/dL and advanced age, although that association was not maintained after correction. We found no association between AKI and the risk factors evaluated.
CONCLUSION: We identified no criteria for contrast-induced nephropathy after CT; nor did we find AKI to be associated with the classical risk factors.


 
RB RB RB
GN1© Copyright 2021 - All rights reserved to Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Av. Paulista, 37 - 7° andar - Conj. 71 - CEP 01311-902 - São Paulo - SP - Brazil - Phone: (11) 3372-4544 - Fax: (11) 3372-4554