Radiologia Brasileira - Publicação Científica Oficial do Colégio Brasileiro de Radiologia

AMB - Associação Médica Brasileira CNA - Comissão Nacional de Acreditação
Idioma/Language: Português Inglês

Vol. 53 nº 4 - Jul. / Ago.  of 2020

ARTIGO ORIGINAL
Print 

Page(s) 236 to 240



Radiologia subespecializada: produtividade e impacto no tempo de resposta dos relatórios de radiologia em um país em desenvolvimento

Autho(rs): Nupur Verma1,a; Gabriel Sartori Pacini2,b; Juliana Pastorino Torrada1,c; Diogo Martins de Oliveira3,d; Matheus Zanon2,e; Edson Marchiori4,f; Tan-Lucien Mohammed1,g; Bruno Hochhegger2,3,h

PDF English

Texto em Português English Text

Descritores: Radiologistas/classificação; Registros médicos/normas; Serviço hospitalar de radiologia/organização & administração; Sistemas de informação em radiologia/normas; Radiologia/organização & administração; Especialização/tendências.

Keywords: Radiologists/classification; Medical records/standards; Radiology department, hospital/organization & administration; Radiology information systems/standards; Radiology/organization & administration; Specialization/trends.

Resumo:
OBJETIVO: Avaliar o efeito da transição de um modelo de laudos em radiologia realizados por radiologistas gerais para um modelo relatado por subespecialização no tempo de resposta de relatórios (TAT) em radiologia e produtividade em um departamento de radiologia em um país em desenvolvimento.
MATERIAIS E MÉTODOS: O fluxo em nosso departamento foi modificado de um sistema de relatórios gerais (qualquer radiologista lauda exames de imagem de qualquer especialidade) para um sistema de subespecialização (radiologistas laudam exclusivamente exames de imagem pertencente a sua subespecialidade – abdominal, musculoesquelético, cardiotorácico, emergência e neurologia). Este estudo retrospectivo avaliou a TAT, TAT-2 horas e TAT-24 horas e a produtividade num período de 24 meses de relatórios gerais (2015–2016) comparado a um período de 24 meses do sistema de subespecialização (2017–2018).
RESULTADOS: No total, 208.516 laudos foram gerados. A TAT reportada reduziu de uma média de 49,1–52,9 horas durante o período geral para 15,2–16,1 horas durante o período de relatórios por subespecialidade (p < 0,001). TAT-2 horas e TAT-24 horas aumentaram significativamente de 7,9–8,7% para 52,0–61,3% e de 12,1–14,1% para 74,3–78,7%, respectivamente (p < 0.001). O número total de exames aumentou em 33% (p = 0.001) comparando os dois períodos.
CONCLUSÃO: A implementação de um sistema de laudos por subespecialidade aumentou o TAT em radiologia, incluindo benefícios no TAT-2 horas e TAT-24 horas durante um período de aumento da produtividade.

Abstract:
OBJECTIVE: To evaluate the effect that transitioning from a model of general radiology reporting to one of subspecialized radiology reporting has on report turnaround times (TATs) and on productivity in the radiology department of a hospital in a middle-income country.
MATERIALS AND METHODS: The reporting workflow in our radiology department was changed from general reporting (any radiologist reporting imaging studies for any specialty) to subspecialized reporting (radiologists exclusively reporting imaging studies that fall within their subspecialty—abdominal, musculoskeletal, cardiothoracic, emergency, or neurological imaging). This was a retrospective study in which we compared general reporting with subspecialized reporting in terms of the following variables: the TAT; the proportions of reports completed within 2 h and within 24 h (TAT-2h and TAT-24h, respectively); and productivity. Data were collected over two 24-month periods (2015–2016 for general reporting and 2017–2018 for subspecialized reporting).
RESULTS: A total of 208,516 reports were generated. The median report TAT decreased from 49.1 h and 52.9 h in 2015 and 2016, respectively, to 16.1 h and 15.2 h in 2017 and 2018, respectively (p < 0.001). The TAT-2h also improved, increasing from 8.7% and 7.9% in 2015 and 2016, respectively, to 52.0% and 61.3% in 2017 and 2018, respectively (p < 0.001), as did the TAT-24h, which increased from 12.1% and 14.1% in 2015 and 2016, respectively, to 74.3% and 78.7% in 2017 and 2018, respectively (p < 0.001). Between the two periods, the total number of scans performed increased by 33% (p = 0.001).
CONCLUSION: The implementation of a subspecialized reporting system significantly improved the median TAT for radiology reports, as well as increasing the TAT-2h and TAT-24h, during a time of increased productivity.


 
RB RB RB
GN1© Copyright 2020 - All rights reserved to Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Av. Paulista, 37 - 7° andar - Conj. 71 - CEP 01311-902 - São Paulo - SP - Brazil - Phone: (11) 3372-4544 - Fax: (11) 3372-4554