Radiologia Brasileira - Publicação Científica Oficial do Colégio Brasileiro de Radiologia

AMB - Associação Médica Brasileira CNA - Comissão Nacional de Acreditação
Idioma/Language: Português Inglês

Vol. 52 nº 6 - Nov. / Dez.  of 2019

ARTIGO ORIGINAL
Print 

Page(s) 368 to 371



Taxas de sucesso e insucesso em biópsias percutâneas ecoguiadas de lesões em órgãos abdominais não sólidos: análise descritiva

Autho(rs): Diana Oliveira1,a; Cristina Felicani2,b; Carla Serra2,c

PDF English

Texto em Português English Text

Descritores: Biópsia por agulha/métodos; Neoplasias abdominais/patologia; Ultrassonografia de intervenção/métodos; Meios de contraste/administração & dosagem.

Keywords: Biopsy, needle/methods; Abdominal neoplasms/pathology; Ultrasonography, interventional/methods; Contrast media/ administration & dosage.

Resumo:
OBJETIVO: Avaliar as taxas de sucesso e insucesso das biópsias percutâneas ecoguiadas de lesões em órgãos abdominais não sólidos e a influência da realização de contraste nessa técnica.
MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo retrospectivo que avaliou doentes submetidos a biópsias percutâneas ecoguiadas de lesões em órgãos abdominais não sólidos, entre janeiro de 2017 e junho de 2018. Os dados clínicos dos doentes foram revistos usando um método padronizado de colheita de dados.
RESULTADOS: Foram incluídos 49 procedimentos realizados em 48 doentes, dos quais 18 (38%) tinham diagnóstico prévio de câncer. Em 44 (90%) suspeitava-se de malignidade: 28 (64%) de suspeita de diagnósticos de novo de neoplasia, 11 (25%) de recidiva neoplásica e 5 (11%) de lesões metastáticas. Os resultados histopatológicos permitiram fazer o diagnóstico em 44 casos (90%), sendo 33 (67%) malignos. O diagnóstico foi concordante com a suspeita clínica em 33 (75%) dos casos com resultado histológico definitivo. Não ocorreram complicações resultantes das biópsias.
CONCLUSÃO: A realização de biópsias ecoguiadas é segura e capaz de fornecer amostra suficiente para permitir o diagnóstico definitivo. O principal motivo para realizar biópsias ecoguiadas é a suspeita de neoplasia de novo, seguida da suspeita de metástases. Os resultados histopatológicos foram concordantes com a suspeita clínica na maioria dos casos.

Abstract:
OBJECTIVE: To evaluate the rates of success and failure of ultrasound-guided percutaneous biopsy of lesions in hollow abdominal organs, as well as the influence of contrast enhancement on those rates.
MATERIALS AND METHODS: This was a retrospective, single-center study evaluating patients submitted to ultrasound-guided percutaneous biopsy of abdominal lesions in hollow organs between January 2017 and June 2018. Patient records were reviewed using a standardized data collection form.
RESULTS: We included 49 procedures performed in 48 patients, of whom 18 (38%) had a prior diagnosis of cancer. Malignancy was suspected in 44 cases (90%). Among those 44 cases, the suspicion was of a new neoplasm in 28 (64%), of relapse in 11 (25%), and of a metastatic lesion in 5 (11%). The histopathological findings were sufficient to make the diagnosis in all 44 of those cases, 33 (75%) of which were found to be malignant. The diagnosis was consistent with the clinical suspicion in 33 (75%) of the cases in which there was a definitive histological result. There were no complications resulting from the procedure.
CONCLUSION: Ultrasound-guided percutaneous biopsy is a safe procedure that demonstrates high efficacy in providing a sufficient sample for the diagnosis. The main reason to perform such a biopsy is suspicion of a new neoplasm, followed by suspicion of a metastatic lesion. The histopathological results were concordant with the suspicion in the majority of the cases evaluated here.


 
RB RB RB
GN1© Copyright 2019 - All rights reserved to Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Av. Paulista, 37 - 7° andar - Conj. 71 - CEP 01311-902 - São Paulo - SP - Brazil - Phone: (11) 3372-4544 - Fax: (11) 3372-4554