Radiologia Brasileira - Publicação Científica Oficial do Colégio Brasileiro de Radiologia

AMB - Associação Médica Brasileira CNA - Comissão Nacional de Acreditação
Idioma/Language: Português Inglês

Vol. 52 nº 6 - Nov. / Dez.  of 2019

ARTIGO ORIGINAL
Print 

Page(s) 356 to 360



Correlação entre a composição corporal medida pela tomografia computadorizada e a morbimortalidade pós-operatória em pacientes com câncer gastroesofágico

Autho(rs): Almir Galvão Vieira Bitencourt1,a; Thais Manfrinato Miola1,b; Juliana de Oliveira Souza1,c; Elizabeth Launeir Santos da Conceição2,d; Felipe José Fernandez Coimbra1,e; Paula Nicole Vieira Pinto Barbosa1,f

PDF English

Texto em Português English Text

Descritores: Neoplasias gastrintestinais; Neoplasias gástricas; Neoplasias esofágicas; Composição corporal; Distribuição da gordura corporal; Tomografia computadorizada.

Keywords: Gastrointestinal neoplasms; Stomach neoplasms; Esophageal neoplasms; Body composition; Body fat distribution; Tomography, X-ray computed.

Resumo:
OBJETIVO: Investigar se medidas antropométricas e tomografia computadorizada (TC) da composição corporal podem predizer morbimortalidade pós-operatória em pacientes com câncer gástrico e/ou esofágico.
MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo retrospectivo que revisou prontuários médicos e TCs abdominais de pacientes com câncer gástrico e/ou esofágico que foram operados em 2015 em um centro de referência oncológico. As TCs realizadas durante a avaliação préoperatória de rotina foram avaliadas retrospectivamente para medir a área de massa magra ao nível de L3 e gordura visceral e subcutânea.
RESULTADOS: Setenta pacientes foram incluídos no estudo. A média de idade foi 59,9 anos (faixa de 33–82 anos), e 47 desses pacientes (67,1%) eram homens. O seguimento pós-operatório médio foi 14,9 meses. Não houve associação significativa entre morbidade ou mortalidade pós-operatória e sexo, idade, tumor primário, comorbidades, tabagismo, índice de massa corpórea, diagnóstico nutricional ou área de gordura visceral. A taxa de sobrevida foi maior para pacientes com área de massa magra normal, em comparação com pacientes com baixa área de massa magra (hazard ratio = 0,116; intervalo de confiança 95% = 0,015–0,906; p = 0,040).
CONCLUSÃO: Nossos dados sugerem que a área de massa magra pode ser um importante fator prognóstico em pacientes com câncer gástrico e/ou esofágico, e sua medida na TC deve ser incluída na avaliação pré-operatória de rotina, podendo fornecer informações que auxiliem no manejo clínico e nutricional desses pacientes.

Abstract:
OBJECTIVE: To determine whether preoperative anthropometric and computed tomography (CT) measurements of body composition can predict postoperative morbidity and mortality in patients with gastric or esophageal cancer.
MATERIALS AND METHODS: This was a retrospective study in which we reviewed the medical records and abdominal CT scans of patients with gastric or esophageal cancer who underwent surgery in 2015 at a cancer center. CT scans performed during routine preoperative evaluation were retrospectively assessed to measure the area of lean body mass at the level of the third lumbar vertebra, as well as the area of visceral and subcutaneous fat.
RESULTS: Seventy patients were included in the study. The mean age was 59.9 years (range, 33–82 years), and 47 patients (67.1%) were men. The mean postoperative follow-up period was 14.9 months. Neither postoperative morbidity nor postoperative mortality correlated significantly with gender, age, the type of primary tumor, the presence of comorbidities, smoking status, body mass index, nutritional status, or visceral fat area. The survival rate was higher for patients with normal lean body mass than for those with low lean body mass (hazard ratio = 0.116; 95% confidence interval: 0.015–0.906; p = 0.040).
CONCLUSION: Our data suggest that lean body mass can be a relevant prognostic factor in patients with gastric or esophageal cancer, and that CT measurements should be included in the routine preoperative evaluation, because it may provide information that aids nutritional and clinical care for these patients.


 
RB RB RB
GN1© Copyright 2019 - All rights reserved to Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Av. Paulista, 37 - 7° andar - Conj. 71 - CEP 01311-902 - São Paulo - SP - Brazil - Phone: (11) 3372-4544 - Fax: (11) 3372-4554