Radiologia Brasileira - Publicação Científica Oficial do Colégio Brasileiro de Radiologia

AMB - Associação Médica Brasileira CNA - Comissão Nacional de Acreditação
Idioma/Language: Português Inglês

Ahead of Print

Print 

Page(s) 1 to 5



Médicos com doença de deposição de gadolínio autodiagnosticada: relato de série

Autho(rs): Richard C. Semelka1,a; Miguel Ramalho2,b

PDF English

Texto em Português English Text

Descritores: Gadolínio/efeitos adversos; Gadolínio DTPA/efeitos adversos; Médicos; Meios de contraste/efeitos adversos.

Keywords: Gadolinium/adverse effects; Gadolinium DTPA/adverse effects; Physicians; Contrast media/adverse effects.

Resumo:
OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi possibilitar que médicos com sintomas de doença de deposição de gadolínio autodiagnosticada relatassem sua própria experiência.
MATERIAIS E MÉTODOS: Nove médicos (sete mulheres), com média de idade de 50,5 ± 8,3 anos, participaram desta série de casos. As nacionalidades foram americana (n = 6), britânica, portuguesa e romena. As práticas médicas incluíram medicina interna (n = 2), traumatologia, oftalmologia, gastroenterologia, psiquiatria, medicina de família, ginecologia/obstetrícia e clínica geral.
RESULTADOS: Geneticamente, oito dos médicos tinham origem europeia central. Condições autoimunes subjacentes estavam presentes em quatro médicos. Os sintomas se desenvolveram após uma única injeção em um médico e após várias injeções em oito. O agente precipitante foi gadobenato dimeglumina em quatro médicos, gadobutrol em três, gadoterato meglumina em um e gadopentetato dimeglumina em um. Os sintomas mais consistentes foram sensação de queimação, confusão mental, fadiga, parestesia distal, fasciculações, cefaleia e insônia. Oito dos médicos foram forçados a alterar a sua prática médica.
CONCLUSÃO: Em vários médicos, a doença de deposição de gadolínio mostrou características comuns e teve um impacto substancial na atividade diária. Os médicos são repórteres treinados sobre doenças, assim, suas descrições pessoais devem despertar interesse em pesquisas futuras.

Abstract:
OBJECTIVE: The objective of this study was to allow physicians with self-diagnosed gadolinium deposition disease symptoms to report their own experience.
MATERIALS AND METHODS: Nine physicians (seven females), with a mean age of 50.5 ± 8.3 years, participated in this case series. Nationalities were American (n = 6), British, Portuguese, and Romanian. Medical practices included internal medicine (n = 2), trauma surgery, ophthalmology, gastroenterology, psychiatry, family medicine, obstetrics/gynecology, and general practice.
RESULTS: Genetically, eight of the physicians were of central European origin. Underlying autoimmune conditions were present in four. Symptoms developed after a single injection in one physician and after multiple injections in eight. The precipitating agent was gadobenate dimeglumine in four physicians, gadobutrol in three, gadoterate meglumine in one, and gadopentetate dimeglumine in one. The most consistent symptoms were a burning sensation, brain fog, fatigue, distal paresthesia, fasciculations, headache, and insomnia. Eight of the physicians were compelled to change their practice of medicine.
CONCLUSION: In the various physicians, gadolinium deposition disease showed common features and had a substantial impact on daily activity. Physicians are educated reporters on disease, so their personal descriptions should spark interest in further research.


 
RB RB RB
GN1© Copyright 2021 - All rights reserved to Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Av. Paulista, 37 - 7° andar - Conj. 71 - CEP 01311-902 - São Paulo - SP - Brazil - Phone: (11) 3372-4544 - Fax: (11) 3372-4554