Radiologia Brasileira - Publicação Científica Oficial do Colégio Brasileiro de Radiologia

AMB - Associação Médica Brasileira CNA - Comissão Nacional de Acreditação
Idioma/Language: Português Inglês

Ahead of Print

ARTIGO ORIGINAL
Print 

Page(s) 85 to 91



Ressonância magnética das alterações anatômicas e translação condilar da articulação temporomandibular e suas relações com o deslocamento do disco

Autho(rs): Luciane Marie Bedran1,a; Alair Augusto Sarmet Moreira Damas dos Santos2,b

PDF English

Texto em Português English Text

Descritores: Ressonância magnética; Articulação temporomandibular; Disco da articulação temporomandibular; Transtornos da articulação temporomandibular.

Keywords: Magnetic resonance imaging; Temporomandibular joint; Temporomandibular joint disc; Temporomandibular joint disorders.

Resumo:
OBJETIVO: Verificar a correlação entre as alterações das superfícies articulares e da translação condilar com o deslocamento de disco da articulação temporomandibular.
MATERIAIS E MÉTODOS: Foram analisados os exames de ressonância magnética de 2076 articulações temporomandibulares de pacientes sintomáticos de desordens temporomandibulares. A deformidade do disco articular, as alterações nas superfícies articulares do côndilo, da fossa glenoide e da eminência articular e as alterações na translação condilar foram correlacionadas com o deslocamento do disco.
RESULTADOS: O deslocamento do disco com redução demonstrou associação com as alterações de forma da eminência articular. O deslocamento do disco sem redução apresentou maior associação com a deformidade do disco, degeneração do côndilo e da fossa glenoide e efusão. Diminuição e aumento da translação condilar não apresentaram associação com a deformidade do disco, com alterações ósseas degenerativas, nem com o deslocamento do disco.
CONCLUSÃO: Mudanças na forma da eminência articular parecem predispor à progressão do desarranjo interno da articulação temporomandibular.

Abstract:
OBJECTIVE: To assess changes in the articular surfaces of the temporomandibular joint (TMJ) and in condylar translation, as detected by magnetic resonance imaging (MRI), determining whether such changes correlate with disc displacement.
MATERIALS AND METHODS: We retrospectively analyzed the MRI scans of 2076 TMJs of 1038 patients with symptoms of temporomandibular disorder. We attempted to determine whether articular disc deformity and changes in condylar translation, as well as changes in the articular surfaces of the condyle, glenoid fossa, and articular eminence, correlated with disc displacement.
RESULTS: Disc displacement with reduction was associated with changes in the shape of the articular eminence. Disc displacement without reduction was most strongly associated with disc deformity, condylar degeneration, glenoid fossa degeneration, and effusion. Neither decreases nor increases in condylar translation were associated with disc deformity, degenerative bone changes, or disc displacement.
CONCLUSION: Changes in the shape of the articular eminence seem to predispose to progression of internal derangement of the TMJ.


 
RB RB RB
GN1© Copyright 2019 - All rights reserved to Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Av. Paulista, 37 - 7° andar - Conj. 71 - CEP 01311-902 - São Paulo - SP - Brazil - Phone: (11) 3372-4544 - Fax: (11) 3372-4554